O Grupo Canavezes acaba de reeditar aquela que, com mais de dois séculos de existência, é a mais antiga marca cosmética portuguesa . Esta rejuvenescida linha de cosmética revela a contemporaneidade da antiga história de Portugal e revela-se ao mercado sob o nome de ‘Muzas’, surgindo sob o conjunto de 5 sabonetes da linha ‘Canavezes Muzas’, em que a embalagem de cada um conta um pedaço da história do nosso país.

Inspirados nas 5 quinas do brasão de Canavezes, atribuído pelo Infante D. Henrique, os 5 sabonetes, apresentam-se com os nomes:

  • ‘Art’;
  • ‘Mystery’;
  • ‘Romance’;
  • ‘Nature’;
  • ‘History’.

Desenvolvidos pelos renascidos Laboratórios Dermatológicos Canavezes, que centram a sua atividade na investigação das propriedades únicas da água termal de Canavezes, na investigação dermatológica e no estudo e produção de formulações dermocosméticas únicas, os sabonetes ‘Canavezes Muzas’ são preparados através de um método artesanal secular e são um elixir livre de qualquer elemento nocivo para a pele, que prima pela excelência de uma fórmula simples, mas única, composta por:

  • Biogeleia extraída das águas termais de Canavezes;
  • Óleos essenciais;
  • Azeite.

O segredo está na forma como se conjugam estes 3 ingredientes...”, conta Patrícia de Canavezes, presidente do Grupo Canavezes. A mesma responsável, revela as razões que a levaram a revitalizar a marca ‘Muzas’: “Reeditamos ‘Muzas’ em honra da Rainha D. Mafalda, primeira Rainha de Portugal, pois, aquando da fundação da nacionalidade, em razão da doença dermatológica de que padecia, D. Mafalda mandou reerguer a estância termal de Canavezes, que tinha sido destruída com a chegada do Cristianismo à Península Ibérica”, explica Patrícia de Canavezes.

Recorde-se que, sob a marca ‘Muzas’, que inicialmente surgiu como uma marca de cosmética e do lar, fizeram-se, durante décadas dos séculos XIX e XX, chapéus para as famílias reais de toda a Europa, lençóis de linho ricamente bordados e produziram-se óleos essenciais para aromatizar roupas de cama e atoalhados utilizados na estância termal de Canavezes, bem como diversos produtos de higiene e bem-estar, como sabonetes e cremes.

A ’Muzas’ era a marca de luxo da Canavezes e foi a primeira marca de cosmética do nosso país. Só se produzia sob encomenda para as famílias mais prósperas do país e do estrangeiro”, recorda Patrícia de Canavezes.

A água termal de Canavezes, incluída nos sabonetes da linha Canavezes Muzas, nasce no sopé de uma colina, no concelho de Marco de Canaveses, no norte de Portugal, à temperatura de 37ºC, brota pura e ricamente mineralizada após um percurso subterrâneo de mais de quatro décadas.

O reconhecimento do valor terapêutico destas águas é milenar, sendo este já conhecido desde a ocupação da península pelos romanos. Depois da formação da nacionalidade, a própria Rainha D. Mafalda, decorria o ano de 1143, ali estabeleceu a sua residência para usufruir de tais qualidades terapêuticas.

Na contemporaneidade, o seu valor terapêutico está devidamente comprovado e apresenta-se como um dos princípios ativos na linha de cosmética Canavezes Muzas.

Visitem a Página do Facebook e site do Grupo Canavezes

Pin It on Pinterest

Vamos pôr Portugal a mexer. Colabora connosco!

A privacidade dos nossos leitores é fundamental. Os seus dados nunca serão facultados a terceiros.

Subscreveu com sucesso a nossa newsletter!